Encontro com pesquisadores
15 Feb 2017 - 15 Feb 2017
19:30 - 21:30
Pavilhão da Bienal (1º piso)

A Fundação Bienal convida o público para um encontro em torno de seu acervo documental. Quatro pesquisadores de história e teoria da arte se reúnem para apresentar seus temas de trabalho e discutir o impacto que a documentação encontrada no Arquivo Histórico Wanda Svevo exerceu sobre suas respectivas pesquisas: Ana Paula Cattai Pismel, Caroline Schroeder, Juliana Closel Miraldi, Vinicius Spricigo. Antes do início das falas, será exibido um vídeo sobre o Arquivo Bienal e seu processo de inventário e catalogação em curso. Com duração de aproximadamente cinco minutos o mini-doc conta com depoimentos de Ivo Mesquita e Aracy Amaral.

Inscrições via formulário
Entrada gratuita. Vagas limitadas.

Sobre os participantes

Pesquisadora do Centro Mario Schenberg de Documentação da Pesquisa em Arte - ECA/USP, Ana Paula Cattai Pismel apresenta um recorte de seu doutorado (PGEHA/USP) sobre a atuação de Mario Schenberg nas Bienais de São Paulo nas décadas de 1960 e 1970.

Com doutorado em curso pela  UDESC, Caroline Schroeder se concentra no boicote empreendido por um grupo de artistas à 10ª Bienal, dentro do contexto de Ditadura Militar. Proponho ressaltar a importância do arquivo como espaço da memória – e que é também do esquecimento – para lançar luz aos acontecimentos que se configuraram em torno do boicote promovido por artistas e intelectuais contra a censura e repressão do regime civil-militar no Brasil, e que teve como objetivo denunciar a um público internacional a violência de um governo ditatorial”, antecipa.

A terceira participação é de Juliana Closel Miraldi, doutoranda em sociologia pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Sua fala se concentra nas dissonâncias e conflitos entre agentes distintos que participaram da 1ª Bienal e da 10ª  Bienal “a fim de refletir sobre as determinações veladas que atuaram como condição de existência da mostra”.

Encerrando o painel, o professor adjunto do Departamento de História da Arte da UNIFESP Vinicius Spricigo resume sua pesquisa realizada com apoio da FAPESP sobre Intercâmbios intelectuais e artísticos entre França e Brasil nas Bienais de São Paulo, traçando uma rede através da documentação consultada em diferentes arquivos.