Os trabalhos da edição foram concebidos dentro do conceito de “projeto”, muitos realizados em colaboração entre dois ou mais indivíduos, sendo artistas e profissionais de outras disciplinas, como pedagogos, sociólogos, arquitetos ou escritores. Audaciosa, firmou-se como uma exposição profundamente conectada com alguns temas centrais da vida contemporânea: identidade, sexualidade e transcendência.

6 de setembro - 7 de dezembro de 2014

Presidente da Bienal: Luis Terepins
Curadores: Charles Esche, Pablo Lafuente, Nuria Enguita Mayo, Galit Eilat, Oren Sagiv
Curadores associados: Benjamin Seroussi, Luiza Proença

  • Programa no Tempo

  • Encontros 
    Bik van der Pol;Graziela Kunsch; Grupo Contrafilé, Sandi Hilal e Alessandro Petti
  • Oficinas Comboio e Movimento Moinho Vivo
  • Performances
    Ana Lira, Alejandra Riera e UEINZZ, Arthur Scovino, COMO_clube, El Hadji Sy, Marta Neves, Mujeres Creando, Tony Chakar
  • Simpósios
  • Usos da Arte 1; Usos da Arte 2; DIREITO à Cidade 1; DIREITO à Cidade 2; Trans-(religião/gênero)
  • Workshop curatorial
  • Workshop com Dan Perjovschi
  • Workshop com Erick Beltrán e Burak Arikan
  • Workshop com ruangrupa

Saraus

Organizados pela Agência Popular de Cultura Solano Trindade: Sarau da Kambinda, O Menor Sarau do Mundo, Jazz na Kombi, Balé Capão Cidadão, Sarau A Plenos Pulmões, Sarau O Que Dizem os Umbigos, Grupo de Teatro Quereres, O Praçarau, Vamos Brincar, Sambaqui, Narra Várzea, Poetas Ambulantes, T$P A Batalha, Poesia na Brasa, Sarau Preto no Branco, Barracão Cultural Capoeira Etnia, Sarau Palmarino, Sarau do Binho, Núcleo de Dança Pélagos, Sarau Verso em Versos, Biblioteca Prateler.

Cartaz da 31ª Bienal de São Paulo. Autores: Aninha de Carvalho e Felipe Kaizer (a partir da obra de Prabhakar Pachpute)