A mostra teve entrada gratuita, política que seria incorporada a todas as edições dali em diante. Obras de Cabelo, Chelpa Ferro, Laura Vinci e outros marcaram a entrada de uma nova geração na cena artística. Mais uma vez, afirmou-se o caráter eminentemente contemporâneo do evento, que apresentou obras, na sua maioria, produzidas entre 2002 e 2004 – considerando-se que pelo menos 1/3 da mostra apresentou projetos site-specific elaborados especificamente para o Pavilhão da Bienal.

25 de setembro - 19 de dezembro de 2004

Presidente da Bienal: Manoel Francisco Pires da Costa
Curador-geral: Alfons Hug

Salas especiais

Artur Barrio, Beatriz Milhazes, Cai Guo-Qiang, Eugenio Dittborn, Huang Yong Ping, Luc Tuymans, Paulo Bruscky, Thomas Struth.

Cartaz da 26ª Bienal de São Paulo. Autor: Ziraldo

  • Evento paralelo

  • Fotografia Africana
5ª Bienal de São Paulo
02 2014
4ª Bienal de São Paulo
04 2013
24ª Bienal de São Paulo
15 2013