busca

Embora tenha nascido no Brasil, Lucia Nogueira desenvolveu sua carreira em Londres, Inglaterra. Estudou na Chelsea College of Art e na Central School of Art and Design e teve participação relevante na cena artística londrina dos anos 1990. Viveu na cidade até sua morte prematura, aos 48 anos.

Em suas obras, a artista usa objetos cotidianos para criar uma sensação inquietante de suspensão e estranheza. Ao combinar e confrontar móveis, engradados, tubos plásticos e vidros, provoca diálogos misteriosos e envolventes, que parecem oferecer mais perguntas que respostas. Como brasileira radicada em Londres, ela fala da noção de deslocamento e dos questionamentos que resultam de viver em uma cultura diferente, situação em que o cotidiano e o óbvio podem se tornar desconcertantes. Talvez por ser uma consequência desse deslocamento, a língua é uma referência central em seus trabalhos; os títulos em inglês geralmente jogam com duplos sentidos e com as idiossincrasias dos termos gramaticais da língua.

Apesar de ter sido valorizada e respeitada como membro da cena artística britânica – uma “artista de artistas” –, Lucia Nogueira ainda é relativamente desconhecida no Brasil. Esta seleção de alguns de seus trabalhos mais icônicos pretende apresentar sua obra ao público de seu país, na esperança de criar uma nova relação com a história da arte brasileira recente.[GPB]